fbpx

Da série, contos curtíssimos, 26

Outubro 4, 2019 contos curtíssimos


O rapaz e a estátua

Seguia o comboio futuro o seu pacato curso, reluzindo em brilho infantil quem se deixara transportar. Mostrava-se o rapaz no sentido inverso à marcha, chocando com os olhares. Uma crua imagem, duas talvez e é bom que não nos demoremos na interpretação não vão as imagens aludidas aumentarem em número até ao limite possível da percepção, deixando-nos em mãos com uma pesada tarefa. Alheado. Atónito. Bizarro. Ele e a estátua. Saíram. Desaparecendo até ao próximo Natal.