fbpx

Da série, poemas mas, 12

Maio 7, 2019 poemas mas

A subtracção da soma

Nas esperanças da riqueza somam-se antagonismos

que se colam à pele, pesando nos casacos a crédito.

Somem-se em subtracção os equilíbrios da mecânica,

caranguejando-se o que não se soubera fazer elevar.

Equacionam-se fórmulas que se inscrevam

e lhes sirvam no quadriculado diário.

Sumam-se as distracções e renovados espaços virão

ocupar os que impecavelmente impermeabilizados,

serviam as inconstâncias do ser.

Adictos convictos, ambiciosos esparsos. Corpos vulgos.