fbpx

Da série, contos curtíssimos, 9

Fevereiro 5, 2019 contos curtíssimos



O velho e a voz

Seguia um franzino senhor a rondar o século, não outro, este.

Conhecia gentes, sentia saudades da mãe, emocionava-se…

Voz de revista, menino do teatro, da sua mãe e das suas gentes.

Declamava poesia e generosidade a quem educadamente se lhe dirigisse.

O senhor que deitava o suspiro leve, possivelmente dos últimos da sua geração, singularidade e dos que teria disponíveis ainda para si.

O senhor rico de memórias e esperançoso na simpatia, trazendo na voz a gentileza que já não se produz.