fbpx

Da série, poemas mas, 5

Janeiro 4, 2019 poemas mas

Antecede o tempo

Antecede o tempo,

esvazia-se o espaço

afina-se-lhe a voz.

Sei que a vou perder

já a estou a perder.

Tento afastar o olhar e o coração

e soltar os laços que se me apertam

cravando, mais do que ligando.

Teceram-se no delicado fio do indizível

nas tardes e noites de conversa calada.

Abraçados aos gestos meigos 

que não se chegaram a tocar.

Assim, sem instrução se ataram

assim sem instrução e dor antevejo que fiquem. 

Sei que a vou perder.