fbpx

Da série, poemas mas, 2

Novembro 23, 2018 poemas mas

Perdi o tempo

Passou ali a voar, dizem-me, nas asas de um gaio.

Dizem-me as asas que o seu gaio mo levou.

Alguém o viu passar?

Era curto, rápido e fugidio.

Quebrou-se-me o tempo, fiquei com a parte de ontem, a experimentada.

A outra, a de hoje, passou ali a voar nas asas de um gaio.

Diziam-me há pouco enquanto o deixava passar.